Instagram Facebook

Como preparar um lanche tipicamente mineiro



Receber os amigos em casa é sempre uma delícia. E na casa de um bom mineiro, o que não falta é uma mesa repleta de quitutes, acompanhados de um cafezinho recém-passado, não é mesmo? Para os que estão longe de casa ou que gostariam de preparar um lanche tipicamente mineiro, separamos algumas sugestões que alimentam o corpo, a alma e o coração!

Doce de Leite

Impressione na entrada

Você sabia que a melhor cachaça brasileira é de Minas Gerais? A Cúpula da Cachaça elegeu as 50 melhores cachaças do Brasil e, entre elas estão 30 rótulos mineiros. Se os seus convidados são adultos, arrede as cadeiras e ofereça essa iguaria premiada assim que chegarem. É uma boa maneira de abrir o apetite enquanto o pão de queijo está no forno!

Café de qualidade

Cada família tem o seu jeito de fazer café, mas um que, definitivamente não é mineiro, é aquele trem de vidrinho, sabe? O do pó solúvel. Para preparar um café mineiro, separe seu coador de pano e coloque a água para ferver! Além disso, é essencial escolher uma boa marca de café. Dê preferência a produtos com os selos Programa de Qualidade de Café (PQC), Selo de Pureza ABIC e Brazil Speciality Coffee Association (BSCA). Estas certificações atestam a qualidade dos grãos e do processo de produção. Ah, e não se esqueça! Passar o café na hora faz toda a diferença e perfuma qualquer ambiente!

Pão de queijo mineiro

Uma das coisas que os brasileiros que moram no exterior sentem mais falta é o pão de queijo. Sejam eles mineiros, catarinenses, baianos, não importa. O quitute amarelinho é uma paixão nacional. Porém, apesar da abundância em padarias e lanchonetes, encontrar um bom exemplar é tarefa árdua! Como o nome diz, o pão é de queijo, por isso, nada mais frustrante do que morder um pãozinho e ele ser oco, né, não? No preparo tente equilibrar a quantidade de queijo meia cura com a quantidade de polvilho, assim, ele ficará mais macio e cremoso! Se puder, dê preferência ao polvilho artesanal, que dá mais sabor e maciez. No mercado também existem boas marcas de pães congelados, procure aqueles com nome de “mineirinho”.

Finalizando uma doce refeição

Se em uma mesa de café o pão de queijo é o rei dos salgados mineiros, a situação é um pouco mais competitiva para o lado dos doces. Somente a partir do milho, saem tantas delícias que fica complicado até de listar: bolo e mingau de fubá, curau, mingau de milho verde, pamonha, canjica… Sem falar nas maravilhosas sobremesas: doce de leite, doce de abóbora, doce de banana, doce de carambola, doce de mamão com coco, ambrosia, enfim. Um doce caseiro, com cheiro de infância não pode faltar num lanche tipicamente mineiro. E, é lógico, um cadinho de canela por cima de tudo para perfumar!

Para provar que nem tudo que é bom (muito bom!) precisa ser complicado, separamos uma receita de doce de leite, tipicamente de Minas. Aquele bem clarinho, sabe? Mãos a obra!

Doce de Leite Mineiro

Ingredientes:

  • 1 litro de leite
  • 100 gramas de açúcar

Preparo:

Em uma panela de fundo grosso, coloque os ingredientes e misture com uma colher de pau até borbulhar. Mantenha no fogo por mais alguns minutos, até ficar com uma textura cremosa. Você pode descobrir se está no ponto pingando um pouco de doce em um pires e inclinando-o. Se não escorrer, já está no ponto. Desligue o fogo e deixa esfriar. Dica: sirva acompanhado de queijo minas!

 

Tanta hospitalidade e fartura costumam deixar saudades em quem precisa se mudar de Minas Gerais e encantam os turistas que podem, realmente, conhecer o significado de confort food (comida confortável). Por isso, conheça nossos planos de assinatura de produtos tipicamente mineiros e traga as delícias de um fogão à lenha direto para a sua casa!